quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Sobre o Orgulho e Santidade

No livro "Tremendas Trivialidades" Chesterton depois de contar uma simples estoria sobre o desejo de grandeza, disse: "Pode se afirmar que o mal do orgulho consiste em estar fora da proporção do universo". Aqui está uma grande verdade, principalmente se ela for aplicada a vida cristã. O orgulho e o senso de grandeza humana é uma ilusão, é uma mentira que pregamos a nós mesmos. "Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo"(Galatas 6:3). Mas a vida religiosa é cheia de armadilhas, e talvez poucos se deem ao capricho de verificar os fatos, mas ela é cheia das mais mortais armadilhas. O caminho da vida cristã, não pode nos conduzir para os cumes do orgulho doentio, mas para os vales da humildade, porque é pelos vale da humildade que vamos descobrir nossa fraqueza e dependência e teremos a possibilidade de contemplar as grandezas de deus.  O palco foi feito para as celebridades, mas o vale é o caminho dos humildes. "em vindo a soberba, virá também a afronta;mas com os humildes está a sabedoria"(Proverbios 11:2). O caminho da sabedoria é o caminho da humildade. Ser em Cristo é andar pelos caminhos do negar-se a si mesmo, e quanto mais crescemos em espiritualidade e progresso na vida cristã, mas visível será essa humildade. Isso funciona mais ou menos como uma glória celeste que ilumina os jardins da santidade. Essa luz é a humildade. Toda a vitalidade da vida espiritual só pode ser observada pela luz da humildade, tudo o mais  obscurece a vida cristã. A soberba sempre tende a distanciar o homem do que é verdadeiro. Um orgulhoso precisa conviver com mentiras, porque ele precisa sustentar a qualquer custo a sua reputação, por isso mesmo não é apenas um caminho difícil, é um caminho de auto-destruição "A soberba do homem o abaterá , mas a honra sustentará o humilde de espirito". Agostinho de Hipona ensinava : "Foi o orgulho que transformou os anjos em demônios; É a humildade que torna os homens iguais aos anjos." (Santo Agostinho). 
A acontece que o mundo religioso está cheio de orgulhosos, vivemos a época da religião de celebridades. Depois de muitos anos venho percebendo que as igrejas modernas com suas manias influenciadas pelo "carismatismo", deram enfase tão exagerada aos sentimentos e experiencias, que vem produzindo uma quantidade inumerável de gente religiosa que se orgulha dos rotulos mas que não tem qualquer conteúdo espiritual verdadeiro. Todo o orgulhoso precisa desenvolver uma hipocrisia para ter possibilidade de sustentar suas próprias ilusões. A vida de humildade não abre espaço para disputas, os outros ocupam o primeiro lugar. O humilde não olha para o ego, olha para Cristo, o orgulhoso não olha para Cristo, olha para o seu próprio ego. A grandeza do humilde é a sua sujeição a simplicidade, a arrogância do orgulhoso é desejar ser sempre o centro. Todavia o Senhor diz :"E visitarei sobre o mundo a maldade, e sobre os impios a sua iniquidade, e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos"(Isaías 13:11)   Disse certo sábio que "O orgulho é a virtude do infeliz." (François-René De Chateaubriand).  O orgulho é incompatível com a verdadeira espiritualidade, o orgulho mancha a piedade, e finalmente posso concluir que o orgulho impede uma pessoa de vivenciar a verdadeira felicidade. "Tens visto um homem que é sábio a seus próprios olhos? pode-se esperar mais do tolo do que dele"(Provérbios 26:12)

Clavio J. Jacinto

DIVINO SUSTENTO.


É tua graça que me sustenta
Na intensa angustia e na imensa dor
Na solidão e no desalento
A tua graça é meu sustento
Na via dolorosa de meu desanimo
Nas incertezas do outro dia
A tua graça é meu sustento
Nas feridas causadas pela traição
Na decepção que invade o coração
A tua graça é meu sustento
No caminho difícil das provações
Na noite escura das tentações
A tua graça é meu sustento
No medo das batalhas da vida
No leito seco da ingratidão
A tua graça é meu sustento
Quando o deserto me aflige
Quando a crueldade me assusta
A tua graça é meu sustento
Quando vejo meus pecados vis
Sem forças para vence-los
A tua graça é meu sustento
Na ansia de desistir de tudo
Na crueldade de meus pensamentos
A tua graça é meu sustento
Quando fraco estou e mui tristonho
O fel que constrange me decepciona
A tua graça é meu sustento
Quando sou desprezado e esquecido
Entre a vida e a morte e a perseguição
É tua graça que me sustenta.
Clavio J. Jacinto

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

UM CLAMOR CONTRA A EROTIZAÇÃO DE NOSSAS CRIANÇAS


Autor:  Clavio J. Jacinto
Se tivesse que clamar por algo, eu clamaria o mesmo que Deus clamou a muitos séculos atrás pelas mãos do salmista: “Quem será por mim contra os malfeitores? Quem se porá por mim contra os praticam a iniqüidade?” Esse é um clamor que se faz necessário hoje, um clamor ao lado da moral judaica cristã contra os malfeitores, pois jamais podemos concordar com as obras infrutuosas das trevas, antes devemos reprová-las (Veja Efésios 5:11) porém, desde por trás da escuridão do mundo caído, um teatro diabólica encena contra nossos filhos, atacando-os de forma sutil e arbitraria, pervertendo o sagrado e induzindo nossas crianças a erotização e a promiscuidade em nome de uma nova semântica, o que Orwell no livro 1984 já chamava de “Novinlingua” pois agora. A palavra cultura e arte ganham novos significados nesse mundo pós-moderno. Que nossas crianças vem sofrendo ataques contra a dignidade não há duvidas, crimes a céu aberto contra a inocência de nossos filhos, são cometidos, atualmente. na tentativa de transformar nosso planeta numa futura babel sexual e estabelecer um sistema que poderia ser chamado de pornocracia, pois hoje vimos a olho nu, com requintes de infâmia e decadência uma epidemia de pornografia e erotização. As roupas e a moda, as novelas da mídia controlada e a literatura e as ideologias que falem sobre isso de forma irrefutável, vivemos uma época descrita por Paulo “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira”(Romanos 1:25).  Eu ouço o clamor de Nehemias hoje: “Pelejai pelos vossos irmãos, vossos filhos, vossas mulheres e vossas casas” (Nehemias 4:14)  Precisamos sim. De homens e mulheres santos, que gritem que a ideologia de gênero pode ser refutado com um só versículo da Biblia, toda a teoria filosófica de atores dessa comedia anticristã como Simone de Beauvoir pode ser desmantelada com Genesis 1:27 “Assim Deus criou o homem, macho e fêmea os criou”. Não se pode mudar a verdade de Deus em mentira, e isso não é apenas uma questão teológica, ela é uma questão profundamente cientifica. Sei que em meio dessa crise moral que afeta nosso mundo, onde querem o fim de uma sociedade para implantar uma nova sociedade orwelliana, é o que desejam esses arautos da ignomínia, implantar um arco-íris negro na nossa sociedade e convencer a todos sobre tão linda utopia está surgindo no horizonte da humanidade. A retórica do absurdo está no ar, e como Elias era o perturbador em uma sociedade relativista e apostata (I Reis 18:17) devemos nós também dizer chega a tudo isso, e dizer chega a erotização de nossas crianças. Elas não podem ser destruídas, a divisa entre adultos e crianças devem ser mantidas, assim como Cristo definiu “Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais;porque dos tais é o reino de Deus”(Marcos 10:14) Ir a Cristo e não aos profetas da degeneração moral e social.

Porem o protesto primeiro vai aos cristãos, a maioria cega por conseqüência da ignorância espiritual. Vocês ainda não perceberam que a televisão educa nossos filhos e até a nós mesmos? Os brinquedos, como bonecas, que já desde muito tempo promove o sensualismo e ensina as crianças a se vestirem sem pudor? (Bonecas Bratz e Barbie são bons exemplos) E que acham das musicas modernas,  se algumas décadas atrás a cantora secular Madonna, ultrapassou as barreiras do erotismo e introduziu a popularidade do erótico na sociedade, os clips musicais de cantoras atuais como Beyoncé, Christina Aguillera e Miley Cirus, com uma performance extremamente eróticos em seus vídeos musicais que podem ser vistos livremente na internet e acessíveis aos nossos filhos. A mídia investe na promoção da pornografia, tem doutrinado de forma escancarada nossos filhos, tratando-as como meros objetos , esponjas humanas que devem absorver todo esse lixo eronarcótico. E os desenhos animados com sua apologia declarada ao sexo e ao erotismo, ou os mais sutis, que usam mecanismo que atuam no subconsciente dos telespectadores através de mensagens subliminares? Nossa geração de anões espirituais, não consegue ver o mal que vem destruindo toda uma geração. Eu concordo com um documentário de Guilherme Schelb, onde ele adverte que essa doutrinação ideológico sexual é feita de modo a dizer aos cristãos que somos nada. Não apresentamos nenhuma força de oposição evidente para conter essa invasão ideológica que a conta gotas, como ensinou  Noam Chomski  em sua  “Dez estratégias para manipular a sociedade”.  Acontece que o conta-gotas agora é uma enxurrada de estratégias e ela vem sobre nós com uma força terrível  sobre nossas famílias, filhos e igrejas.  Nossas vozes são fracas, nessa era de sensualidade extrema. Se estamos nos conformando com esse mundo ou como disse Taryn Hodgson, coordenador do African Christian  Action, adaptando-se ao sistema como o sapo proverbial, aquele que foi colocado dentro da panela com água e  se adaptava ao ambiente da água sem perceber que ela estava recebendo o fogo necessário até chegar a fervura, então de fato estamos sendo omissos. Estamos reclamando nossos direitos? Qual ministro do evangelho hoje que tem um exemplar do estatuto da criança e do adolescente em sua biblioteca? Quem está orientando nossas famílias a lidar com esses problemas? Quem está orientando nosso povo a denunciar os ausos e aconselhar nossos irmãos a não financiarem o império da erotização infantil? Estamos evitando novelas e filmes e musicas que promovem tais coisas? Ou temos permitido que a erotização e a sensualidade tenham entrado em nossa família pelas portas do fundo?


O impacto psicológico, emocional e espiritual será avassalador nas próximas gerações, quando toda essa descarga de erotização está sendo jogada sobre a sociedade e principalmente sobre as crianças. Crianças e adolescentes não devem ser ironizados por nossa sociedade decadente e por suas ideologias políticas, Cristo citou o salmos ensinando que das crianças deve proceder  o autentico louvor (Mateis 21:16)  Há algo sinistro em toda essa política de erotização de crianças, algo terrível, talvez mais horrível que possamos imaginar. Arthur Clarke, em “O Fim da Infância” escreveu algo aterrador no seu romance: “Era o fim da civilização, o fim de tudo o que os homens tinham conseguido desde o começo do tempo. No espaço de alguns dias, a humanidade perdera seu futuro, pois o coração de qualquer raça é destruído e sua vontade de viver desaparece, quando os filhos lhe são tirados.” (1) Nossos filhos nos são tirados e dados a televisão, a internet está controlando nossos filhos, a erotização está dominando nossos filhos, a nossa civilização está perdendo seus infantes, esse pode ser o fim da próxima geração.

(1)    Arthur Clarke. O Fim da Infancia. Circulo do Livro.1983.Pagina 172

domingo, 19 de novembro de 2017

Livro 500 Ilustrações para Sermões-Espanhol. Alfredo Lerin










http://www.idcsevilla.org/recursos/gratis/pdf/500_ilustraciones.pdf

Obras completas de Lutero em Espanhol

CONTENIDO BIBLIOTECA CONCORDIA

https://sites.google.com/site/bibliotecamartinluteroiela/home

Livro de Cipriano de Cartago-De Lapsis, Os Apostatas.

https://diariosdeavivamientos.files.wordpress.com/2016/07/de-lapsis-cipriano-de-cartago-diarios-de-avivamientos.pdf

O Livro das Respostas-Samuel Gipp-Gratis

Um excelente livro sobre as escrituras, em defesa do texto recebido, vale a pena ler e pesquisar, tem disponivel uma versão

http://www.baptistlink.com/creationists/respostasgipp.pdf

Footer Left Content