segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Bíblia de Genebra-1669

A bíblia da reforma,conhecida a Bíblia de Genebra, usada por Calvino e Beza, edição de 1669 embora esteja disponível somente em francês, é um privilégio compartilhar esse material tão precioso
http://biblegeneve.com/

A Mentira Branca. Walter Rea em PDF

O Livro "A Mentira Branca" de Walter T. Rea, EM PORTUGUES. O livro de Rea é um importante documento sobre a polemica adventista. Faça o download, é um documento raro e valioso para pesquisadores e apologistas cristãos

ftp://bitflow.dyndns.org/portuguese/WalterRea/Portuguese-A_Mentira_Branca_1982.pdf

A Margem do Outro Lado da Vida



No caminho de Deus, sempre há propósitos nas circunstancias. Isso é muito difícil de aprender, a paciência não é uma das melhores lições a serem aprendidas na jornada cristã. Lidamos com tantas coisas que não entendemos e não podemos explicar. Tudo na nossa volta tem certos mistérios. Pois bem, olhamos para as tempestades, não podemos imaginar que as águas que nutrem a fonte também podem destruir outras. Não entendemos porque colocando nossa mão sobre as rosas e  também corremos o risco de sermos feridos pelos espinhos. A paciência é um caminho difícil, precisamos percorrer muitas vezes uma vida inteira, e lá no outro lado da margem da nossa existência, as respostas nos esperam. Talvez você diga ser essa, uma parte muito ruim da jornada. Andar carregando os enigmas da vida. Porem nós precisamos delas. Deus sabe disso. Precisamos muitas vezes passar por apuros, para chorar. Precisamos passar por aflições, para aumentar o fogo da nossa devoção. Precisamos muitas vezes cair na realidade da vaidade da vida  egoísta, isso acontece  quando algo ruim vem sobre nós, e mostra quão perecível nós somos. Então encontramos muitas perguntas pelo caminho. Ninguém respondem essas perguntas, nos apenas precisamos carrega-las, até o outro lado da vida, e lá estão as respostas. Deus as coloca lá do outro lado, como se estivesse nos dizendo: “Vá em frente, prossiga, não desista, traga tuas perguntas que eu te espero com as minhas respostas”

Clavio J. Jacinto

Rosas e Espinhos

"Eu te agradeço meu Deus, mil vezes por minhas rosas, mas não agradeço uma só uma vez pelo meus espinhos. Eu tenho olhado para a frente a um mundo onde eu devo obter uma compensação para a minha cruz, mas eu nunca pensei em minha cruz como ela é como um presente para a glória. Teu Amor divino, cujo caminho humano foi aperfeiçoado por meio de sofrimentos, ensina-me a glória da minha cruz e o valor do meus espinhos ". - George Matheson-

Progresso Espiritual

Embora o mundo esteja indo de mal a pior, deve ser evidente que o cristãos nesses últimos dias esteja indo de bom para melhor.

Clavio J. Jacinto

Vitória Sobre as Adversidades


A vida cristã eficiente, encontra tranquilidade na solidão, inspiração na tribulação, oportunidade nas adversidades, coragem nos conflitos, paciência na demora e confiança imbatível, ainda que tudo a sua volta esteja contra as suas perspectivas.

Clavio J. Jacinto

Sobre Pedradas

Aquele que pega em pedras para jogar nos outros, precisa enxergar-se, para saber se pelo fato de já ter feito tantas coisas erradas, não merece que os outros lhe joguem uma montanha

(Clavo J. Jacinto)

Sobre Pedradas

Pense Nisso
Muitas vezes, aquela pedra que se joga para ferir os outros, é a pedra que vai afundar a própria alma daquele que atirou a pedra

Clavio J. Jacinto

sábado, 26 de novembro de 2016

No Vale da Humildade


Os degraus da humildade seguem o negar-se a si mesmo até descermos ao patamar da completa entrega de si mesmo ao Senhor.  Quando não mais sentirmos necessidade de fama, aplausos e glórias humanas, estamos vivendo finalmente no vale da humildade, onde desabrocham as mais sublimes virtudes espirituais.

Clavio J. Jacinto

A Cruz e a Visão Espiritual

A jornada para o entendimento espiritual segue as pegadas de Cristo na cruz. É a partir do Calvário que avistamos com perfeição a importância da morte e da ressurreição de Cristo

Clavio J. Jacinto


O Apostolado do Negar-se a si Mesmo

Só o coração transformado pela mensagem da cruz, entende perfeitamente o significado de negar-se a si mesmo e a suprema importância de amar a Deus de todo o nosso coração, alma e pensamento.

Clavio J. Jacinto

Coração Hipocrita



Um coração hipócrita tenta enganar a si mesmo e aos outros com falsas virtudes, que ele crê piamente serem ser totalmente verdadeiras em si mesmo

Clavio J. Jacinto

Sobre o Domínio do mal


Para que o mal se estabeleça completamente na sociedade, precisa antes ter sido estabelecido completamente no coração do homem

Clavio J. Jacinto

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Sentido Contrário

Em que vale repousa vossas vestes
Ou derramada está vossa esperança?
Nos arbustos mais verdes e sombras,
Num descanso a beira de um rio calmo?

Em flores douradas por promessas,
Ou em ventos e pedras  avessas?
Que sentido tem e qual direção,
Tomam os olhos de vosso coração?

Há uma torrente mais além das montanhas
Um oceano de perfumes e aromas
Neles, se alegram os filhos regenerados
Almas livres que vivem o amor

Numa só via, trilham o destino
Nas eiras recolhem os grãos da esperança
Depois de viverem os séculos
Ainda correm com o vigor de uma criança

Em rosas coradas, enxugam o pranto
Em cravos rosados o cálice da alegria
E por cantarem todas as noites estreladas
Não lamentam que a vida é tão vazia

Clavio J. Jacinto

Peregrino de Cada Momento

Eternidade: um caminho visto pelo coração
Amizade: Um coração feito pelo caminho da eternidade
Amor: Uma constante flor na peregrinação
Saudade: Uma peregrinação nos rastros do amor
Felicidade : Uma pedra bruta que precisa ser lapidada
Tristeza: A lapidação de uma pedra bruta
Coragem: A ousadia de atravessar a escuridão
Medo: A escuridão que precisamos atravessar
Fé: o pão que nutre a santa esperança
Esperança: A lampada que todo mortal precisa paras viver
Viver: é subir nos degraus de cada momento

Morrer: É entrar pela porta que está no fim dessa jornada

Clavio J. Jacinto

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Tempo e Lugar-Henry Nowen

Tempo e lugar Sem a solitude é praticamente impossível viver uma vida espiritual. A solitude começa com um tempo e um lugar para Deus, e só para Ele. Se crermos que Deus não apenas existe, mas também está ativamente presente na nossa vida – curando, ensinando e guiando -, precisamos separar um tempo e um lugar para Lhe dedicar nossa atenção total. Jesus diz: “Vá para seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que está em secreto” (Mt 6,6). Talvez seja preciso anotar na agenda para que ninguém, nem nada, nos tire este tempo, assim poderemos dizer aos amigos, vizinhos, alunos, clientes ou pacientes: “Sinto muito já tenho um compromisso nesse horário”. –


 Henri Nouwen,

COAR UM MOSQUITO E ENGOLIR UM CAMELO?


Autor:Pb. André Sanchez

O que significa coar um mosquito e engolir um camelo?

(1)Os fariseus eram extremos na obediência às leis do AT, que  davam dízimos até dos ramos das plantas, para se mostrar aos outros como mais espirituais e deixavam preceitos importantes para trás como a justiça, a misericórdia e a fé (Mt. 23:23).
(2) O mosquito era o menor animal impuro que constava nas leis de restrições alimentares do AT (Lv. 11:23). Os fariseus tinham o hábito de coar suas bebidas para que não ingerissem um animal imundo e transgredissem essa lei.
(3)O maior animal impuro era o camelo (Lv. 11:23). Animal grande e que não era tão fácil engolir como um pequeno mosquito.
(4)Coar um mosquito e engolir um camelo significa que os fariseus haviam perdido o sentido de proporção, ou seja, se preocupavam demais com coisas insignificantes como um mosquito, mas não tinham a mesma preocupação com aquilo que era muito maior, que representava pecados terríveis como a hipocrisia, a desonestidade, a crueldade, a ganância, etc. em suas vidas. Coisas grandes e imundas tal qual um camelo. Jesus não estava dizendo que pequenos erros e pecados estavam liberados, antes, que não adiantava tanto rigor em algumas áreas da vida (coar um mosquito) quando não existia nenhum rigor para outras áreas mais importantes (engolir um camelo). O que está em vista aqui é a hipocrisia. Diante das pessoas eles faziam questão de mostrar que estavam coando as suas bebidas para não ingerir um mosquito, mas dentro do estômago deles estava uma quantidade enorme de “carne imunda”.

(5) Dessa forma, os fariseus são acusados por Jesus de serem seletivos naquilo que “coavam”, ou seja, eles faziam apenas aquilo que queriam, com objetivos políticos, e não aquilo que Deus exigia deles em sua totalidade. Eles passaram a se considerar os donos da lei de Deus, como se eles tivessem autonomia para dizer o que devia ou não ser cumprido. Pelas suas peneiras não passavam um mosquito, mas o que chegava ao seu estômago era o maior animal impuro. Suas peneiras eram falhas. Devemos viver a nossa vida tomando o cuidado para não sermos hipócritas.

Em Quietude...

Em quietude,
Vejo um barco passar
Dentro do meu coração
Ouço um pássaro cantar
Dentro do meu coração
Vejo uma criança sorrir
Dentro do meu coração

Em quietude,
Vejo borboletas e jardins
Dentro do meu coração
Vejo a saudade brotar
Dentro do meu coração
Crescer o amor em meio a dor
Dentro do meu coração

Em quietude,
Vejo a eterna alvorada
Dentro do meu coração
A singela rosa perfumada
Dentro do meu coração
A manhã gloriosa e dourada
Dentro do meu coração

Em quietude,
Um despertar dentro de mim
Um coração aceso
Uma esperança que renasce
Um paraíso e um trono
Um retorno ao infinito

A santa felicidade de servir a Cristo



Clavio J. Jacinto

Quando...



QUANDO...

Quando todas as coisas
Por um momento parecem querer desabar
Quando de algum modo
Tudo parece dar errado
Quando a tempestade
Insiste em permanecer mais do que o permitido
Quando as aflições 
Se enraízam, e se aprofundam na vida
Quando a má sorte
Parece ser a cruel companheira
Quando o aperto no peito
Parece sufocar a vida inteira
Quando o desanimo
Agarra nossa alma e prende nosso destino
Quando aparecem ruínas
Sobre o lugar onde tanto edificamos
E da boca amiga
Vem palavras que ofendem
Quando a solidão
Torna-se fiel companheira de nosso desalento
Quando você enxerga
O fim de uma situação sem saída
Apenas te digo
Levante-se e olhe para o céu
Porque nunca seremos exemplos para nossos filhos
Nunca seremos um marco na humanidade
Nunca seremos luz para a alma alheia
Nunca seremos heróis para a sociedade
Nunca experimentaremos um milagre
Nunca entraremos num portal de experiencias radicais
Nunca alcançaremos qualquer plenitude
Se simplesmente desistirmos de tudo
Mesmo em meio as batalhas ferrenhas
Que a vida nos concede

Clavio J. Jacinto

Sobre Satanás : Identidade e Ação

1 - O diabo realmente existe, ou foi uma invenção do cristianismo quando entrou em contato com a cultura grega nos primeiros séculos da Era Cristã?

Resposta: O diabo existe. Não é uma invenção do cristianismo, porque a ideia de uma entidade adversária dos planos de Deus já se desenvolveu muito cedo nas escrituras.  A ideia do diabo ou satanás vai além da tradição judaica. Pois se levarmos em conta a antiguidade do livro de Jó (aproximadamente 1800 AC) já vimos como se desenvolve no texto a existência de uma entidade sobrenatural que atua na esfera celeste e terrestre. Esse progresso da revelação tem a sua consumação no livro de Apocalipse e ali satanás é chamado de diabo, antiga serpente, satanás e dragão (Apocalipse 12:9), portanto um paralelo com Gênesis 3. E com o contexto geral de todas as escrituras. O mais antigo livro da bíblia já cita satanás como oponente, e isso coloca a crença dele antes do judaísmo organizado, antes das tradições rabínicas, antes da mitologia grega e antes do advento do cristianismo.

2- O diabo é apenas um e seria um tipo de rei entre os demônios?

Resposta: Num contexto geral, no Antigo Testamento, o termo satan, pode ser aplicado muitas vezes a um adversário, mas como a revelação é progressiva, no Novo Testamento, satanás é visto como um opositor e chefe, um ser sobrenatural. Um líder que tem ao seu lado um numero indeterminado de anjos e espíritos imundos. Vimos isso claramente quando batalha com Miguel e é expulso com seus anjos (Apocalipse 12:7 a 9) na tentação de Cristo(Mateus 4:1 a 11) e na disputa do corpo de Moisés (Judas 9). Vimos também como nas tradições do Talmude, existia um ser chamado de Samael, que era um anjo com funções destrutivas e malignas e era chefe de espíritos malignos, um equivalente muito próximo de satanás do Novo Testamento. Podemos entender a partir de Apocalipse 20;10 que Satanás ou diabo é um ser que será lançado no lago de fogo com a besta e o falso profeta. Portanto sem duvida ele é um ser pessoal com características de um rebelde que comanda espíritos enganadores.
3- O diabo está aprisionado ou será aprisionado? (3 minutos)
Na escatologia pre-milenista e pre-tribulacionista ele está ativo na terra e continuará ativo durante a grande tribulação. Essa é a perspectiva da escola escatológica dispensacionalista. De qualquer forma, a bíblia é clara em nos revelar que ele de fato está ativo. O que a bíblia ensina é que uma classe de anjos caídos está encarcerada como podemos ler em Judas 6: “E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia” (Veja também II Pedro 2:4) um estudo atencioso do Novo Testamento, revela que satanás está em plena atividade em nossos dias. Assim como também certa classe de demônios está em “liberdade condicional” pois Paulo faz advertências que nos últimos dias apostatarão alguns da fé dando ouvindo a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios” (I Timóteo 4:1). Está claro que uma classe de espíritos rebeldes está solta e outra classe está presa aguardando juízo. Satanás porém está solto, pois ele é chamado de “o deus deste século” e como um enganador que se transfigura em anjo de luz. (II Coríntios 4:4  e 11:4). Segundo as escrituras, satanás será aprisionado no milênio (Apocalipse 20:1 a 3)

4- É correto dizer que satanás era um anjo de luz chamado lúcifer?

Resposta: Os  quatro nomes aplicados a satanás estão em Apocalipse 12:9 Satanás, Diabo, Dragão e antiga serpente. Alguns judeus também chamavam o príncipe dos demônios de belzebu e de Belial. Aplicar o nome de “Lúcifer” a satanás é polemico. Porque lúcifer é uma palavra latina.(foi a tradução da palavra hebraica “Heylel” pela vulgata) Não é uma palavra hebraica, porem vimos ela inserida em Isaias 14:12 (Na ACF da SBTB) Heylel no hebraico, Lúcifer no latim e phosphoros no grego  tem significados iguais: brilhante, esplendoroso, portador da luz. Lúcifer estava relacionando ao planeta Venus o astro mais brilhante no céu depois do sol e a lua. Se a exegese de Isaias 14 e Ezequiel 28 estiver correta, o nome poderia ser aplicado a satanás antes da queda. Porém não acho que seja correto conceder a ele, esse titulo hoje. Porque ele agora só se transfigura em anjo de luz (A característica sobrenatural  das entidades do mundo espiritual caído é descrita em Efésios 6;12 entre outros, como príncipes das trevas desse século) Por isso, o correto seria chamá-lo de pseudo portador da luz, o termo”lúcifer” não pode ser mais atribuído a satanás depois da queda.

  5- É correto associar o “ladrão” João 10.10? Ali não estaria Jesus se referindo a líderes maus?  
Resposta: Nessa passagem e no seu contexto geral, o “ladrão” ao qual Jesus se referia, não era o diabo, o assunto ali era outro. A passagem deve ser interpretada dentro do seu contexto. Sem duvida, de forma simbólica, as características podem ser atribuídas ao diabo “matar, roubar e destruir”. Mas o texto de João 10;10 não se refere ao diabo. Por isso, não acho correto associar o texto como uma prova  direta de atividades satânicas. Jesus estava fazendo uma referencia aos falsos profetas e aos falsos messias. Essa é a interpretação correta do texto. Agora se entrarmos em um estudo de quem influencia os falsos profetas e os falsos messias, então talvez, podemos tirar conclusões indiretas, de que o diabo trabalha através deles e influenciando eles, para enganar as pessoas. Mas o texto de João 10:10 se refere aos falsos profetas, falsos messias e falsos mestres que enganam as pessoas, roubam-lhes a verdade, destroem a esperança pelo engano espiritual conduzindo suas vitimas para o caminho da destruição eterna. Essa é a interpretação correta de João 10:10 aplicando uma exegese correta respeitando o contexto

6- Qual o poder de satanás sobre a vida humana?

Resposta: Seu poder e influencia podem ser observados desde a queda. Ele cega o entendimento dos incrédulos (II Coríntios 4;4) engana todo o mundo (Apocalipse 12:9) Enche o  coração das pessoas com mentiras e más intenções (Atos 5: 3) ele conseguiu entrar no coração de Judas Iscariotes (Lucas 22:3) Disputa e peleja com anjos (Judas 9) Por isso sua influencia na esfera terrena é extensa e intensa.  Em todo o Novo Testamento encontramos suas atividades, sua influencia no sistema pelo qual chamamos de “O mundo”. Segundo as escrituras, o mundo jaz no maligno (I João 5:19) Vimos sua atuação e seu confronto com o Senhor Jesus em Mateus 4:1 a 11. Ele mudou o curso da humanidade através do engano no Éden, e desde então vem lutando para desviar a humanidade dos propósitos de Deus.


Clavio J. Jacinto

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

O CRISTÃO E O DESAFIO DA PORNOGRAFIA

 O cristão e o desafio da pornografia

Uma das principais virtudes do cristão deve ser o pudor. Embora em II Timóteo 2;9 a exortação seja dirigida as mulheres, é lógico que ela se entende de um modo geral a todos cristãos. A questão é que o pudor está relacionado a outros pecados e vícios de ordem moral em nossa sociedade, como o adultério a sensualidade e a pornografia. Dessa forma, o assunto é complexo e polemico. Nossa sociedade está mergulhada num caldeirão de crenças e vícios, desde o advento da internet, as informações se democratizaram e com elas, os prazeres do mundo também se tornaram de fácil acesso. Não é de admirar que os crimes de ordem sexual tenham se alastrado de forma virulenta em nosso mundo. (1)
Fiz alguns amargos intercursos em minhas pesquisas, nosso mundo está sendo conduzido por uma parafernália eletrônica de imagens com vínculos assustadores com o pecado. Vou tentar ser sincero em minhas palavras, o meu objetivo é tentar ajudar e alertar os cristãos de um modo geral sobre a pornografia.
A sociedade atual está sob o jugo pesado de  uma gigantesca rede de informações imagens e vídeos. Essa é a rede mundial de computadores, a internet. Esse sistema tem seus méritos, e tem seus riscos. Pois deu fácil acessibilidade a todo o tipo de porcarias, inclusive as pornografia nas mais variantes formas (Pedofilia, zoofilia e na Deep Web até mesmo a necrofilia) isso é um fato. Não há barreiras, e também não há de forma restrita, nenhum anonimato (2)
Porque não há barreiras? porque mesmo que se use de mecanismos para tentar obstruir toda essa volumosa e pesada propaganda pornográfica, ainda mesmo assim é praticamente impossível evitá-la. Se alguém tem o interesse de se envolver com esse pecado, terá muita facilidade, porque ainda que se usem alguns mecanismos anti-pornograficos para tentar evitar sites e propagandas, quase sempre de alguma forma há meios de acessar que leve ao lado obscuro da pornografia. (3)
Alguns sites que promovem vídeos seculares, podem apresentar cenas de filmes com imagens sensuais, e mesmo de forma implícita, apresentam cenas de sexo. Acontece que praticamente os mecanismo da internet não classificam tais cenas como pornografia. Mas é, de fato é pornografia! Ou seja, o que não é obvio passa sem barreiras. Propagandas em sites de downloads podem conter cenas sensuais, sites que promovem imagens, podem manter de forma obscura imagens de pornografia, e podem ser vistas sem qualquer barreira. Porque não são classificadas como tais. Há também arquivos de downloads. Nesse caso, modalidades como o ”torrents” mantém um acervo infinito de material pornográfico. E isso pode ser acessível  usando os meios não convencionais. Já que usando simples pesquisas, fazendo uso de palavras “chaves” pode conduzir o pesquisador a um enorme acervo de imagens e sites sobre o assunto, não é de admirar que no campo da pornografia os resultados são quase infinitos. Infelizmente, por causa do modo como as coisas podem acontecer (supondo o anonimato) a possibilidade de se entrar no vicio da pornografia é grande e a acessibilidade é muito fácil!
Embora existam possibilidades de obstruir certos acessos. Alguns softwares e programas podem fazer isso, porém nunca conseguem evitar acesso, por meios secundários. (Como no caso da experiência de vídeos fracionários de filmes ou pesquisando nomes artísticos). Se alguém deseja chafurdar na lama do pecado, há sempre uma porta aberta. Agora veja bem. Ainda que se busquem sistemas e mecanismos que tornem um navegador anônimo, esse anonimato não existe. De fato ele não existe. De alguma forma a identidade é comprometida. Na cosmovisão cristã, falando do ponto de vista espiritual, O Senhor enxerga nossas ações, e o inimigo de nossas almas também! Não há anonimato, nem mesmo na rede. Tudo com certeza é mentira. Todos estão comprometidos, desde que estejam de alguma forma acessando a rede.
Nossa sociedade navega em um oceano caudaloso de informações e pecados. Pense nisso! Essa é a nossa geração. Estamos lidando com acesso fácil a todo tipo de coisas, por mais horrenda que sejam. E isso de forma tão fácil, que uma simples pesquisa usando uma palavra sensual já gera um sem numero de resultados, de forma explicita e literal. Só Deus sabe o que se esconde por trás desse fácil acesso aos mais terríveis pecados. Poucos estão dispostos a a alertar sobre isso! Poucos falamos aos nossos filhos sobre essas tendências malignas de um mundo caído.
Fico estarrecido porque sei do que estou falando (4) e esse problema constitui uma das maiores tentações dentro da vida espiritual. Os cristãos de hoje, todos estão inseridos nesse contexto cultural e poucas restrições há para que alguém não afunde sua alma nos mais vis pecados. Tudo o que precisamos é vigilância, oração, temor e um combate constante.
Toda essa acessibilidade fácil é um desafio constante. Na verdade essa fácil entrada ao mundo erótico e sensual é uma marca distinta na nossa era. Crianças, jovens, adultos, pais de família, homens e mulheres todos podem se envolver de forma fácil com a pornografia. Mas lembre-se, essa é a era da iniqüidade multiplicada. Este é o tempo de combater favoravelmente aos bons costumes, mas parece que ignoramos isso.
Em minhas pesquisas tenho percebido que uma das estratégias do diabo é enganar partindo da  destruição da vida interior. Corrompendo o coração, o que resta é uma casa que não resiste ao tempo. Quando a vida moral desaba, a sociedade fica em ruínas. Destruindo o interior, será destruído o exterior. Desde a década de 1980 escândalos envolvendo lideres cristãos tem ecoado aos quatro cantos da terra, quase sempre envolvendo a imoralidade sexual. Destruindo o testemunho, os fundamentos se corrompem. Não ha nada oculto que não se revele de forma explicita. Não há anonimato. O que precisamos é de vigilância redobrada, pois o mundo segue o próprio curso da sua destruição. (I Pedro 5:8 e 9).  De alguma forma, todos são vigiados, e precisamos tomar muito cuidado, pois essa vigilância hoje se dá tanto no âmbito espiritual, quanto no âmbito social (6)
Por causa da crença no anonimato, usando mecanismos na própria web, muitos pensam que estão seguros e invisíveis, porém isso é uma mentira. (6) Acredito que de alguma forma todos estejam sendo vigiados e rastreados no mundo virtual, assim como também no mundo espiritual. Por isso o acesso a pornografia e qualquer outro tipo de pecado na WEB não é de forma alguma um caminho anônimo, pois até mesmo na Deep Web, onde tudo é criptografado, há uma guerra de roubos de indenidade, e  as agencias de investigações internacionais conseguem rastrear indivíduos.(7) Não existe anonimato no sentido exato da palavra bem como não há meios de se evitar acessos a cenas pornográficas se o individuo assim desejar se  envolver com esse pecado. A  essas alturas, o que temos a não ser a consciência cristã e a paixão pela pureza?.

O cristão da era da internet precisa ter convicções firmes e vigilância redobrada, não se engane. Não caia nas teias poluídas do pecado. A estratégia do inimigo é corromper o homem por dentro, e os vícios imorais podem conduzir um coração a ruína completa. Cair nessa armadilha, o pecado por acesso fácil, no fim leva o homem a ruína total. Vamos cuidar de nossos filhos, de nossos irmãos, de nossa família e da nossa igreja, pois precisamos viver o presente século com piedade e sobriedade.


“O pecado e o diabo estão relacionados entre si, se o pecado não pode ser nosso rei, o diabo não terá qualquer terreno do nosso coração.” (Watchman Nee)

Um conselho final

Cristãos modernos precisam cultivar um temor a Deus, para não sucumbir nas garras do mundanismo virtual

Cristãos devem vigiar, para não caírem em tentações e sucumbir no pântano da sensualidade virtual

O cristão deve fugir sempre, de forma a aparência do mal

Cristãos não devem se enganar, pois estão sendo vigiados e podem ser desmascarados. Não há anonimato na internet, tudo de alguma forma está sendo rastreado e vigiado

Mantenha uma vida de oração e cultive uma comunhão constante com Deus.

“Pecar é provavelmente humano, mas ficar no pecado não é humano, mas completamente satânico” (João Crisostomo)

Versículos de advertências: Mateus 5:28, I João 2;26, I coríntios 6;9 Romanos 12:1 e 2
Notas e referencias:
(2)    O caso de Edward Snowden é uma prova definitiva de que não há anonimato na internet. Ele vazou informações sobre espionagem, que as agencias de inteligências norte-americanas estavam fazendo espionagem em massa, capturando informações e rastreando a vida das pessoas em todo o mundo. Veja: https://pt.wikipedia.org/wiki/Edward_Snowden
(3)    Nem sempre os mecanismo de busca, filtram certas pesquisas. Já deparei com circunstâncias em que pesquisando sobre um álbum musical de certa cantora cristã, o mecanismo de busca trouxe em geral imagens  de atrizes pornográficas que tinham o mesmo nome da artista cristã. Nesse caso não há mecanismos de filtragem para exibir resultados exclusivos.
(4)    A revista ChristianityToday escreveu uma interessante matéria sobre lideres cristãos envolvidos com a pornografia: http://www.christianitytoday.com/gleanings/2016/january/how-pastors-struggle-porn-phenomenon-josh-mcdowell-barna.html
(5)    O seguinte artigo é notável por sua lucidez em mostrar as estratégias do inimigo: http://www.bible.ca/su-devil-control.htm

(7)    Veja meu artigo sobre a Deep Web em: http://claviojacinto.blogspot.com.br/search/label/Deep%20Web






AUTOR  CLAVIO J. JACINTO

Cegueira Espiritual

O homem antigo divinizava os animais e os astros, se aperfeiçoou, e então começou a divinizar seu semelhante, agora no auge da sua própria cegueira, diviniza a si mesmo

CJJ

A Tragédia do Engano

A grande tragedia de pessoas bem intencionadas, é que acabam abraçando erros e falsos evangelhos, na força da própria sinceridade, de modo a crerem com insistência que estão vivenciando a verdade. Essas pessoas correm o risco de se despertarem tarde demais, e descobrirem já em uma situação irremediável de que todo o tempo foram enganados por uma especie de engano tão sofisticado, que tornou-se uma impossibilidade estarem equivocadas em suas crenças.

Clavio J Jacinto

A transformação da Nossa Vontade

A vida espiritual segue o caminho da constante transformação do coração, pois deve existir um compromisso sério de ter ser intelecto aperfeiçoado, sua razão iluminada pelo evangelho e seu entendimento cativo a vontade de Deus

Clavio J. Jacinto

Igreja: Ontem e Hoje

A igreja dos antigos cristãos, carregava uma cruz, sofria pela fé enquanto o mundo festejava seus vícios. A igreja moderna, festeja uma fé falsa, não tem uma cruz pra carregar, e assiste conformada ao mundo que insiste em defender seus próprios vícios

Clavio J. Jacinto

Caminho Solitario

A visão de um homem do fim dos tempos, é a visão do caminho de Enoque, que sendo solitário, preferiu assim andar na presença de Deus, para não compartilhar dos caminhos dos ímpios que não temiam a Deus.

CJJ

A FÉ E A VISÃO ESPIRITUAL

Aquele que tem fé pode ver o invisível, mas aquele que em nada crê, não pode ter visão espiritual, nada pode enxergar

CJJ

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Livro Sobre o Sofrimento e a Vida Cristã

O sofrimento não é um assunto muito facil de entendermos, principalmente quando a dor é a experiencia na vida cristã, esse pequeno livro trata desse assunto, embora esteja em espanhol, vale a pena conferir. Faça o download em:
http://www.apostasiaaldia.org/2016/11/libro-que-esta-haciendo-dios-cuando-los.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+ApostasaAlDa+%28Apostas%C3%ADa+al+d%C3%ADa%29

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Ser todo ouvido para Deus

Ser todo ouvido para Deus


A vida de Jesus foi uma vida de obediência. Estava sempre escutando o Pai, sempre atento à sua voz, sempre alerta às suas orientações. Jesus era “todo ouvidos”. Isto é a verdadeira oração: ser todo ouvido para Deus. O cerne de toda oração é realmente ouvir, permanecer obedientemente na presença de Deus. Uma disciplina espiritual, portanto, é um esforço concentrado para criar um pouco de espaço interior e exterior nas nossas vidas, onde esta obediência pode ser praticada. Através de uma disciplina espiritual impedimos que o mundo preencha as nossas vidas de tal forma que não haja mais lugar para ouvir. Uma disciplina espiritual nos liberta para orar, ou
melhor dizendo, liberta o Espírito de Deus para orar em nós. – 

Henri Nouwen

DOZE PENSAMENTOS SOBRE A HUMILDADE


Os degraus da humildade na senda espiritual é: Não sou nada sem Deus. Não posso nada sem Deus. Não tenho nada sem Deus, todavia, posso todas as coisas naquele me fortalece

Não existe plenitude de sabedoria, se o coração em humildade não estiver completamente cativo ao Senhor.

A vida que abrimos pelo caminho da humildade é escrita pela alegria que encontramos em todo o trajeto que andamos por ela.

Sejamos simples e humildes, reconhecendo nossas limitações terrenas. A vida do homem comum é um caminho que ele corre, fugindo sempre da morte e no final da jornada, ela está esperando por ele

Não somos chamados para a complexidade, mas para a simplicidade, de outra forma, jamais seremos felizes com as coisas essenciais.

Ainda que a missão do homem seja o simples anonimato em adorar e servir a Deus nesse mundo. Ainda assim, nesse anonimato, amando a Deus ele encontra completitude de vida.

A humildade é a guardiã da verdadeira sabedoria.

A simplicidade é como as estrelas, que por maior que seja diante do universo, contentam-se em humildade, a iluminarem os olhos de um peregrino em sua jornada.

Caminhada em humildade é olhar em sua direção, a direção do amor. Quando um homem quer olhar em todas direções, procurando o amor, a vingança, o orgulho, o egoismo e o ódio, e vida se torna complexa e perde o sentido certo que deve prosseguir.

Quando mais descemos pelos degraus da humildade, maiores são os tesouros que encontramos nas profundezas da sabedoria.

Quanto mais humilde um coração for, mais humano se tornará seus sentimentos. Quanto mais orgulhoso for, menos humano ele será.

No caminho da humildade, uma pequena flor representa toda a primavera, e toda a primavera pode ser representada em uma flor pequena.

Clavio J. Jacinto





sexta-feira, 18 de novembro de 2016

DOZE PENSAMENTOS SOBRE A FÉ



O medo sempre nos leva ao desespero, mas fé sempre nos leva a esperança

A vida eterna é uma dadiva preciosa que se adquire na medida em que nos desprendemos da vida passageira (João 12;25)

Pela fé alcançamos a visão espiritual, pela visão espiritual alcançamos a verdade, e sendo fieis a verdade, não erraremos o caminho

A fé é a única luz eficiente, que nos ilumina para atravessarmos a vida sem sermos atropelados pelas incertezas que ela nos oferece.

A fé é não é um pensamento positivo, nem mesmo uma força mistica interior. A fé é a confiança firme de que mesmo que uma semente de trigo seja enterrada mortalmente no sulco de uma terra ferida, mesmo assim a germinação virá pela providencia da multiplicação daquele grão de trigo. Assim é a nossa fé em Deus com relação a nossa própria vida

Não temais perder a fé, pois a fé nos leva a crer no valor do ser humano. Quem perde a fé em Deus, abre o caminho da próxima descrença; perder a fé na vida.

Nossa fortaleza não vem de nossos méritos, não há proteção mais nobre do que as mãos do Senhor estendida favoravelmente aos que vivem na fé que uma vez foi dada aos santos.

A fé é vera chuva passar e ter a certeza de que sol  brilhará novamente no céu

A fé é uma confiança que move nosso coração em Deus, é a luz que ilumina a nossa certeza

A fé é um meio de vivermos as realidades do evangelho e rejeitarmos as ilusões do materialismo

Perdoamos aos outros  para que a nossas feridas interiores sejam curadas. Acreditamos na obra da cruz, para que nosso perdoados sejam perdoados


A sombra da incredulidade repousa sobre aqueles que se afastaram da luz da fé.

Clavio Juvenal Jacinto

Engano e Discernimento Espiritual

Creio que vivemos dias difíceis, dias de confusão. Cada homem que trilha o caminho da senda espiritual, precisa de discernimento. O discernimento é a luz necessária para se trilhar pela senda da vida espiritual. Porque a vida que nos leva por esse sentido, tem um inimigo que usa disfarces e sua estrategia é a invasão. Ele está na direção dos que procuram servir a Deus, está ali, no caminho onde não imaginamos que esteja. Disfarçado de anjo de luz. Mas acima de tudo, ele consegue injetar bons sentimentos. Ele entende da natureza do coração humano, sabe imitar com um bom toque de requinte, as coisas espirituais verdadeiras. Portanto aqui estamos falando de algo sério, porque pode desviar o homem de Deus das verdadeiras intenções, para um engano sutil, imperceptível. Porque nessa direção a pessoa enganada acredita que prosseguindo por um caminho de experiencias espirituais, percebe que essas experiencias não podem proceder de outra fonte a não ser de Deus. Assim, os que usam do desfrute de falsos dons, por exemplo, acabam se conformando com um estilo de vida condenado por Deus, por acharem que suas experiencias misticas são sinais de que ele está debaixo da aprovação divina, quando na verdade, está sendo enganado por falsificações espirituais. Vivemos nos dias em que o discernimento é tão raro, o diagnostico não pode ser feito com precisão. A geração atual é uma presa fácil,  sem percepção, e muitas vezes pensa que está tendo experiencias magnificas do poder de Deus, quando na realidade está sendo enganado por uma falsificação sofisticada. Isso é fato, pois a s escrituras atribuem ao diabo o poder de transfigurar-se em anjo de luz, e tal performance em uma fantasia ilusória, diante de olhos sem discernimento, é uma grande forma de enganar de maneira fácil, corações sem discernimento e ávidos por experiencias espirituais
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
" Insisto que toda a experiencia espiritual tem que passar pelo teste das escrituras dentro do seu contexto, de outra forma, a voz de autoridade que não tem um parecer correto e absoluto em questões de vida espiritual, não pode estar apto para discenir o que é certo e o que é errado" 

Clavio J. Jacinto

Orgulho e Vida Espiritual



O orgulho é um sentimento egocêntrico, um pecado que se aloja no nosso coração. Embora nem sempre seja abordado de forma profunda, trata-se de um dos pecados mais abomináveis. O orgulhoso se acha em posição de superior aos demais. Assim Cristo conta a historia de um fariseu e um publicano que vão orar no templo. O fariseu está cheio de justiça própria. O que seu coração contempla são suas próprias qualidades.  Seu modelo de aferição é o seu próximo.  Assim o fariseu olha para uma pessoa bem pior do que ele, era publicano, homem de pouca piedade, enquanto ele, tinha um zelo extraordinário pelas coisas religiosas. Assim a sua comparação passa a ser de suas supostas virtudes religiosas contrastadas com as dos publicanos. Nesse caso, ele se considerava muito melhor. Era dizimista, frequentador assíduo do templo, homem de oração, etc. São qualidades que nutriam seu orgulho. Sua vida era colocar-se ao lado dos outros, e por ter uma religião sofisticada cheia de pormenores, cujo o zelo, sem duvida nenhuma era superior a qualquer outra filosofia judaica. Mas isso lhe trazia orgulho! Então achava-se muito melhor do que os outros. Deus teria que aceita-lo, porque era merecedor desses méritos. Não há espaço para a dependência de Deus, não há espaço para a graça e nem para a misericórdia. Aliás o fariseu sempre tinha um olhar atento para as coisas exteriores, e era completamente descuidado para pecados abomináveis como o orgulho e outros pecados interiores, que ficam alojados dentro do coração humano. Assim ele consegui ver enormes pecados exteriores no publicano, sérios agravos naquele homem, mas era incapaz de enxergar o seu próprio orgulho, ou melhor: seus próprios pecados.

 O orgulho é aquele sentimento de que e estamos em uma posição melhor, porque somos capazes de fazer o melhor. Essa tendencia de centralizar o nosso eu, de energizar nossos sentimentos pessoais para nutrir a nossa auto-satisfação e receber a admiração alheia. Assim nosso eu se intoxica, fica inebriado com a admiração dos outros, dos elogios, aplausos, e porque não dizer, nosso próprio coração aplaude a nós mesmos. Pois que lá dentro elogiamos a nós mesmos, quando vimos supostamente tanta gente pior do que nós. A Unica direção certa para um homem transformado, é compara-se a Cristo. Nessa visão comparativa, então é destituída a nossa glória pessoal. Cristo nos convida a tomar uma cruz, e o ego não gosta dessa coisa vergonha, e nos incita a negar-se a si mesmo, e o ego odeia essa pratica. Somos chamados para a vida de humildade, a sermos pobres de espirito. Nosso orgulho precisa morrer, se quisermos ser verdadeiros seguidores de Cristo. Não há espaço para o nosso "eu" no caminho do evangelho, porque ele nunca está de acordo com os valores do Reino de Deus. Podemos ser bons religiosos, abraçarmos uma variedades de crenças e liturgias, e então classificar o que achamos que é pecado e o que não é, de acordo com nossos pontos de vista ou do ponto de vista da nossa denominação. Mas aquele que tem a mente de Cristo e segue os passos do Mestre não é cativado pelo orgulho, porque o caminho da vida espiritual não permite que venhamos carregar o fardo sujo do orgulho humano. A humildade nos coloca em ultimo lugar e na presença de Deus, o orgulho nos posiciona frente dos demais, mas fora da presença de Deus. Que o Senhor abra os nosso olhos, porque olhando para a realidade do que somos, só podemos baixar a nossa cabeça e bater no nosso peito para pedir a misericórdia de um Deus santo e Todo-Poderoso.

"A cruz de Cristo mostra que a misericórdia de Deus foi a causa da nossa redenção, e não nossas atitudes pessoais. Um coração que conserva essa dependencia da graça de Deus, não dá qualquer lugar para a soberba morar na sua alma"



Clavio J. Jacinto

Perseverai

A maior força de um homem fraco é a perseverança, porque se ele carregar uma pedra de cada vez, pode com paciência, construir uma ponte para atravessar ou um muro para se proteger, e isso depende das circunstancias de suas necessidades.

Clavio J Jacinto

O Dever do Homem Piedoso

Toda a alma que deseja caminhar pelo caminho do evangelho, deve ter o dever de amar, servir e obedecer a Cristo, a qualquer custo, ainda que a consequência seja a solidão e a incompreensão de todas as pessoas a sua volta.

Clavio J. Jacinto

De uma vida absurda a uma vida obediente


Muitas vezes tornamo-nos surdos, incapazes de saber quando Deus nos chama, incapazes de entender em que direcção nos chama. Desta forma nossas vidas se tornam um absurdo. Na palavra absurdo encontramos a palavra latina surdus, que significa “surdo”. A vida espiritual requer disciplina porque precisamos aprender a ouvir a Deus que constantemente fala, mas a quem raramente ouvimos. Porém, quando aprendemos a ouvir, nossas vidas se tornam vidas obedientes. A palavra obediente vem da palavra latina obaudire, que significa “ouvir”. É necessário ter uma disciplina espiritual se quisermos mudar lentamente de uma vida ‘absurda’ para uma vida ‘obediente’, de uma vida cheia de preocupações agitadas para uma vida em que há espaço livre no nosso interior para ouvir o nosso Deus e seguir a sua orientação. – Henri Nouwen, em Aqui e Agora

Henry Nowen

Amor e Hipocrisia

O amor divorciado da verdade, nada mais é do que um sentimentalismo hipócrita.

John MacArthur

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Quatro Tipos de Homens

O fundamento do homem espiritual é a comunhão intima com Deus,  o do homem mundano, a sua comunhão com o mundo, o do religioso, são suas crenças, e a do homem incrédulo, os seus instintos.

Clavio J. Jacinto

Incredulidade

A razão pode ser apenas uma sofisticação refinada  dos instintos humanos, e é por isso que encontramos tantas pessoas decididamente incrédulas e inteligentes.

Clavio J. Jacinto

Sobre Ignorancia e Liberdade

A ignorância pode ser felicidade, mas certamente não é liberdade , exceto nas mentes daqueles que preferem trevas ao invés da luz e quanto mais informações verdadeiras viermos adquirir, isso será muito melhor para a nossa emancipação.

Robert Hugh Benson

Aurora e Redenção

Assim como não pode existir a gloriosa aurora, sem que a noite passe por um dramático processo de transformação, nenhuma alma também pode experimentar as glórias do evangelho, se não passar por um dramático arrependimento, provocado pelo sentimento da vileza de seus pecados, pelo qual foi a causa da morte de Cristo na mais cruel de todas as mortes: a morte na cruz. (Clavio J. Jacinto)

Footer Left Content